Apenas não te quero mais

vaievolta

Primeiro era você, depois não era, depois ficou sendo, até que não era de novo. Já cheguei a pensar que seríamos nós pra sempre, que sem você eu morreria de amor e que o mundo não teria sentido. Até que mais uma vez não era mais você, você decidiu que não seria, mas a sua decisão durou pouco, só que o amor honey, ele não aguenta tudo não e ninguém ama do mesmo jeito o tempo todo. O amor precisa ser regado, cuidado pra florir… o seu nos últimos tempos só trouxe espinhos.

Tem dia que o amor vem forte e tem dias que ele quase entra em estado de coma. Vira rotina cansativa. Vira raiva. Vira tristeza, ócio, cara emburrada, mágoa… aliás, foi isso que o meu virou… mágoa. Não te odeio. Não te quero mal. Mas como dizia Lulu Santos: “apenas não te quero mais…” Olhar pra você é ter recordações boas e é com isso que eu quero ficar, pensar na possibilidade de retomar o que ficou no meio do caminho parece impossível.

Uma vez eu li  que não se pode ser leviano com o amor. E eu concordo. Às vezes tenho medo de ser. Mas, de uma coisa eu tenho certeza, você foi. Foi quando se calava diante do que o incomodava, deixou tudo virar uma grande bola de neve e me fez ser soterrada. Repetidas vezes disse que aquele amor já não lhe servia mais. Agora era cada um para cada lado… e eu fui.

Eu poderia escolher chorar e chorei. Eu poderia escolher me culpar e algumas vezes me culpei. Eu poderia escolher me entregar a tristeza, alguns momentos me entreguei, mas repetidas vezes ainda hoje respiro fundo e sigo adiante. A vida é uma só… e se não podemos ser levianos com o amor, muito menos podemos ser com ela.

Deixar o amor que você diz sentir ir embora pode ser um caminho sem volta, mas quando você escolheu o que queria também foi. Um caminho que hoje eu não tenho como deixar voltar, algo mais forte do que me impede de retomar essa história, uma vida que parece não mais caber em mim.

“Não imagina que te quero mal, apenas não te quero mais…”

Ouvindo: Lulu Santos – Assim caminha a humanidade

Imagem: Google

Anúncios

Um comentário sobre “Apenas não te quero mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s