Ser forte ou ser forte!

passou

Às vezes a vida só te dá duas opções. Ser forte ou ser forte.

E a gente só descobre a força que tem quando chega este momento. Me disseram que admiram a minha força e eu me peguei pensando quando foi que eu decidi que seria assim. Sempre me considerei fraca. Uma manteiga derretida eu dizia… e aí foi que aprendi que o fato de eu me emocionar com facilidade não significa que sou fraca, apenas que deixo as coisas tocarem a minha alma. Pobre de quem não vive assim… com a alma aberta, a minha diga-se de passagem vive escancarada.

Não reparei exatamente o momento que decidi ser forte. Só sei que decidi que não poderia ser de outra forma. Que ser forte é que me daria forças para seguir sempre adiante e de que todo mal, sempre dá pra tirar um bem maior pra vida. O negócio é encarar.

Às vezes, é claro que prefiro me esconder. Quando perguntam se estou bem, é mais seguro dizer que sim, do que ficar vulnerável a chorumelas e explicações… é como se a partir do momento que eu dissesse que não, uma mar de tristeza fosse se abrir e eu me afogar. Você sabe, não sabe? Por mais felizes que estejamos em determinado momento, dentro da gente sempre tem uma tristeza guardada pronta para escapar, mas eu decidi que a minha… a minha será prisioneira.

“É melhor ser alegre, que ser triste…” levo pra vida.

Ouvindo: Vinicius de Moraes e Toquinho – Samba da Benção

Imagem: Google

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s